top of page
Buscar

"a crise ambiental é uma consequência do progresso? uma análise segundo hans jonas"

2015 -- BRITO, Natalia. Mazetto.; Curitiba: PUCPR, 2015. Mentorado pelo Professor Haroldo Osmar de Paula Junior, Filosofia, Bioética, Pontifícia Universidade Católica do Paraná.


BRITO, Natalia. Mazetto.; PAULA JUNIOR, Haroldo. O. A crise ambiental é uma consequência do progresso? uma análise do problema segundo Hans Jonas. In: SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA - SEMIC, 23., 2015, Curitiba: PUCPR, 2015. p. FILO20. ISSN 2176-1930.


FILO20

Filosofia


a crise ambiental é uma consequência do progresso? uma análise do problema segundo hans jonas

the environmental crisis is a consequence of progress? one problem analysis seconds hans jonas


BRITO, Natalia Mazetto de1; PAULA JUNIOR, Haroldo Osmar de2

PIBIC - Opção para Iniciação Científica Voluntária

--


Resumo

Introdução: O estimulo de Hans Jonas é de nos fazer pensar e pesquisar à respeito do problema da responsabilidade ética sobre a técnica e uma biologia filosófica, tratando de o que é a vida. Em que não tem pretensão de englobar todo o processo, mas de nos encaminhar para nossas próprias conclusões sobre o assunto. Sendo que durante a leitura criamos em vários momentos perguntas que não são respondidas pelo autor. Tudo isso em um composto de textos divididos em livros que não devem ser analisados em separado, mas como um conjunto, para dessa forma, entender o contexto de sua filosofia. No início da ética, a valorização do comportamento humano era prioridade, na esfera da polis, que constituía o lócus próprio da ética. Dessa forma, qualquer estudo ou pensamento voltado para objetos não-humanos não era eticamente significativo. Segundo Kant, havia uma ideia de ética que não necessariamente se atribuía aos estudos, mas à consciência dos homens. Com isso nos deparamos com uma ética tradicional antropocêntrica, referente ao relacionamento homem com homem, ignorando o relacionamento com a natureza ou com as sociedades futuras e por isso Jonas a critica tanto. ambiental – leis que nos obrigam a tomar atitudes conscientes em relação à natureza. Concluindo isso, o princípio responsabilidade traz que a responsabilidade de cada ser humano para consigo mesmo é indissociável (Não se divide; sozinha não significa nada; é comum) daquela que se deve ter em relação a todos os demais. Sendo assim, não se pode esquivar a responsabilidade dos atos presenciais e individuais que deveriam ser uma ética de cada um em relação a seus cuidados com a natureza e com o próximo.


Objetivo: Diante da problemática apresentada, o objetivo dessa pesquisa será investigar o que causa o impulso ou afã de um movimento infinito pelo desenvolvimento tecnológico, qual a natureza desse impulso, como ele se efetiva e qual é a importância filosófica desses fatos (que culminarão com a importância do ponto de vista ético). Hans Jonas afirma que não é justo que a conta da nossa ação no mundo de hoje seja paga pelas futuras gerações. Além disso, queremos investigar se é possível afirmar que o progresso é a principal causa dos graves problemas ambientais.


Metodologia: Iniciando a pesquisa com base na leitura e análise dos livros de Hans Jonas; "O Princípio Responsabilidade", "O Princípio Vida" e "Técnica, Medicina e Ética", além da leitura extra do livro "Compreender Hans Jonas" do Professor Jelson Oliveira. Ainda a participação do grupo de estudos "Ética, Técnica e Natureza em Hans Jonas" durante o período da pesquisa. Integrando também a conferência ministrada pelo Professor Clademir Araldi "Ainda vivemos no niilismo" no dia 23 de marco e do minicurso "Hans Jonas e a Antologia da Vida" com o italiano Professor Doutor Roberto Tibaldeo no dia 19 e 20 de maio. Bem como pesquisa extra sobre conceitos da filosofia com livros sobre introdução a filosofia, ética e bioética que deram maior embasamento teórico para a pesquisa. Isso ajudou no discernimento de alguns postos-chave para a elaboração deste trabalho escrito, sendo essencial para o entendimento de questões tanto sobre a vida do filósofo, como de suas obras e indagações. Outra questão importante para o desfecho do mesmo foi os encontros de orientação com o Professor Haroldo de Paula Junior, que colocou aspectos valorosos em pauta. Com isso, o entendimento sobre o problema de pesquisa foi satisfatório, entretanto há mais a ser pesquisado e discutido.


Resultados: Devemos compreender que nossas ações refletem de maneira significativa, se não em absoluto, para a perpetuação da espécie e que essas ações não devem comprometer a vida futura, como também a continuidade da humanidade.


Palavras-chave: Técnica. desenvolvimento tecnológico. natureza. crise ambiental. ética. filosofia. Hans Jonas.


Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page